Fanfic: "Together, now and forever" - Mariana - 6º Capítulo

 

"Together, now and forever" - Mariana - 6º Capítulo

 

Levantei-me do sofá e dirigi-me à porta.
Comecei a correr no minuto em que senti a relva por debaixo dos meus pés.
A sensação que se apoderava de mim de cada vez que corria era quase inexplicável.
O vento a bater-me no rosto, afastando o cabelo para trás, a adrenalina a pulsar-me nas veias humedecidas pelo sangue, os cheiros doces e amargos que se cruzavam, formando fragrâcias únicas que se infiltravam pelas minhas narinas e percorriam todo o meu corpo. As paisagens que enchiam os meus olhos, os sabores ácidos e os palatos açucarados que se misturavam na minha língua.
Sentia-me grata por ter herdado aquuela característica do lado do meu pai, apesar de não conseguir correr tão rápido como os vampiros ou os lobisomens, estava muito acima dos humanos.
Cheguei à casa de campo em menos de nada.
Ao longe, conseguia ainda ouvir os meus pais a divertirem-se. Sorri.
Limpei os pés no tapete de entrada e dirigi-me à casa de banho.
Estava suja de terra e o meu cabelo estava empregnado de folhas secas.
Tirei a camisola e reparei, para meu espanto, que ainda me encontrava de pijama. O stress dos acontecimentos do dia de ontem e os adjacentes, ocorridos hoje, levaram a minha cabeça a desconcentrar-se completamente.
Felizmente o meu aniversário parecia um acontecimento distante e podia regressar à minha vida normal.
Tomei um duche longo, desfrutando do calor da água sobre a minha pele, embora esta já fosse cálida por natureza.
Embrulhei-me numa toalha branco pérola e entrei no quarto, já virada para o armário.
Era a primeira vez que ia escolher a minha própria roupa, com o meu próprio estilo.
Relancei a  vista por todas as minhas roupas, os montes que a tia Alice e a  tia Rosalie compraram durante todos estes annos, procurando algo que se enquadrasse...mas nada.
Supirei. Qua haveria de fazer? Recusava-me a vestir um vestido ou uma saia e muito menos usar cor-de-rosa!
Franzi os lábios enquanto pensava numa solução aceitável...o armário da mãe! Decerto ela não se importaria que eu usasse alguma das suas roupas antigas ou menos femininas que a irmã lhe comprara.
Subi as escadas e entrei na monstruosidade que era o armário da minha mãe.
Fiz como o pai me ensinara, e aspirei com força a atmosfera em redor.
Depressa cheguei onde queria e seleccionei um par de calças de ganga justas com ar bastante prático e uma camisola de decote em V preta. Perfeito. Preto. Vi também umas botas de salto preto que me pareceram bem e trouxe-as.
Desci novamente as escadas e regressei ao quarto.
Libertei-me da toalha e deixei-a escorregar suavemente até ao chão, enquanto secava o cabelo.
No entanto, um barulho familiar chamou-me à atenção...um ronco.
-Jake!?
Ele levantou-se bruscamente da cama, piscando os olhos.
-Como? O que é que aconteceu? - piscou novamente os olhos e olhou em redor do quarto até dar comigo ali, parada...nua.
Durante cinco segundos olhou para mim sem mover um músculo, com o choque, mas logo recuperou o sangue frio e tapou a cara com as mãos.
-Que horror, Nessie, por amor de Deus, tapa-te!
Peguei na toalha apressadamente e voltei a enrolá-la à volta do meu corpo, enquanto corava que nem um tomate.
-O que é que ainda estás aqui a fazer?
-Desculpa, assim que te foste embora adormeci. Estou estafado...como é que não me viste?!
Corei ainda mais.
-Simplesmente não vi...desculpa.
Ele revirou os olhos.
-Não peças desculpa. Arranja-te e vem ter comigo à cozinha. Tenho uma surpresa para ti.
Franzi o sobrolho.
-Uma surpresa?
-Asseguro-te de que não tem absolutamente nada a ver com o teu aniversário e é tudo da minha autoria.
Semicerrei os olhos desconfiada, enquanto ele abandonava o quarto com aquele sorriso que iluminava mais que o Sol impresso no rosto avermelhado e lindo...eu tinha o melhor amigo mais bonito do Mundo. Eu e a mãe. Sim, porque eles eram os verdadeiros melhores amigos.
Acabei de me arranjar e olhei-me ao espelho para ver o efeito final. Sentia-me ligeiramente insegura quanto aos saltos...como reagiria a minha família?
Mirei-me ao espelho de moldura prateada e de corpo inteiro que estava  na parede virada para Sul do quarto e fiquei verdadeiramente impressionada com o efeito da roupa. Parecia mais...adulta. Melhor.
Sorri e abandonei a divisão, na direcção da cozinha.
Um cheiro estranho impregnou-se no ar e chegou-me ao nariz...chocolate.
Quando cheguei à cozinha, desmanchei-me a rir.
Jacob riu-se também.
-Tens que admitir que é o meu estilo!
-Sim, tem tudo a ver contigo Jake! A próxima vez que a Alice quiser fazer-te uma mudança de visual, vou sugerir aventais. Cor-de-rosa de preferência!
-Estás a falar de mim? Já olhaste bem para ti, menina Nessie? Preto?!
Mordi o lábio.
-Não...gostas?
-Estás a brincar? Adoro! Pareces uma espia...ficas muito sexy de preto. - concluiu, piscando o olho.
Não sei explicar porquê, seu elogio fizera-me corar até à raíz dos cabelos. E eu adorei a sensação e os arrepios que me percorreram a espinha naquele momento...

publicado por mrsCullen às 00:01