Fanfic: "Together, now and forever" - Mariana - 7º Capítulo

 

"Together, now and forever" - Mariana - 7º Capítulo

 

-Nessie, estás bem? - perguntou Jacob, enrugando levemente a testa. Pousou o prato que tinha na mão e deu dois enormes passos na minha direcção, colocando-se à minha frente.
Examinou o meu rosto cuidadosamente e passou as mãos enormes e quentes pelas minhas maçãs do rosto.
No minuto em que os seus olhos amendoados pousaram nos meus, senti-me tremer...o que se passava comigo? Era apenas Jake, o meu melhor amigo. Nada mais que isso.
Jacob franziu o sobrolho.
-Nessie, estás a suar. Tens a certeza de que estás bem?
Sentia-me a arder. A arder mas do que o costume. Pequenas gotas de suor acumulavam-se no meu pescoço e escorriam pela minha testa.
Jake limpou uma que escorregara até ao meu queixo e examinou-me mais cuidadosamente.
O seu rosto, os seus olhos, os seus lábios...olhar para cada pormenor que o envolvesse deixava-me nervosa.
-Nessie, se não falas comigo vou levar-te ao Carlisle para te examinar!
A menção das capacidades médicas do meu avô fez-me recompor do que quer que se estivesse a passar comigo.
Abanei a cabeça e afastei-me dele.
-Eu...eu estou bem, Jake. Não te preocupes. Estou apenas um pouco...quente. - eu não estava quente eu estava em chamas.
Ele sorriu e afastou-se de mim, pegando novamente no que estava a fazer.
-Isso não é grande novidade, pois não? A tua temperatura normal não chega abaixo dos 40ºC e estás sempre ao lado de um lobisomem ainda mais quente do que tu.
Engoli em seco.
-Pois...
Ainda a tremer, peguei numa das cadeiras da pequena mesa da cozinha e sentei-me, tentando controlar a respiração.
O que é que se passava comigo? Nunca me sentira assim perto de ninguém, muito menos de Jacob.
Pronto, calma.
Provavelmente é apenas uma reacção à...à sua proximidade? Então o que significava isso? Que eu ficara nervosa por tê-lo perto de mim? Que raio de sentido fazia isso?!
-Nessie? Nessie? Estás a ouvir-me, Nessie?
Dei um salto na cadeira.
-O quê? Desculpa Jacob, não te estava a ouvir.
-Nisso reparei eu. Estou a chamar-te há imenso tempo! O que é que se passa contigo hoje?
-Não se passa nada, Jake. Dá-me lá a minha surpresa. - esforcei-me por sorrir, a sério que sim, mas saiu mais uma careta.
Jacob colocou um prato à minha frente, com ar orgulhoso. Um ar bastante cómico. Desta vez, não foi tão difícil rir-me com vontade.
-Cozinhaste para mim? Cozinhaste-me uma panqueca com uma cara sorridente?!
Ele acenou com a cabeça.
-Queria pedir-te desculpa por ter sido tão insensível e parvo hoje de manhã. Sabes, é uma carcterística dos lobisomens, deste lobisomem que vês à tua frente, mais propriamente.
Olhei para o que ele me tinha feito, como pedido de desculpas, e fitei-o directamente nos olhos. Um arrepio quente percorreu-me a espinha, um arrepio delicioso que imprimia um sentimento que eu não conseguia detectar.
Comi tudo, sob o constante olhar protector dele e, no fim, levantei-me e sentei-me no seu colo, abafando os tremores que me corriam pelo corpo. Aninhei a  minha cabeça no seu ombro e ele abraçou-me.
-Obrigado. -  supirei.
Ele beijou-me carinhosamente o topo da cabeça.
-De nada.
Ficámos assim durantre algum tempo, até ouvirmos a porta de frente abrir-se e os risos cumplices dos meus pais inundaram a casa.
Os seus passos aproximaram-se e os dois chegaram à cozinha.
-Olha quem são eles! - disse Jacob, aparentemente muito à vontade com a posição em que estávamos e sem fazer meção de me tirar do seu colo. - Divertiram-se?
O meu pai riu-se e a minha mãe fez beicinho.
-Vê lá Jake, não te estiques! - avisou Bella. Depois, sorriu.
-Filha, não nos dás um abraço? - perguntou o meu pai.
-Claro! - soltei-me dos braços de Jacob e corri para eles, abraçando-os e mostrando à mãe como correra a conversa com Rosalie e Alice.
Tanto ela como o pai se desmancharam a rir com a última tirada da tia Alice.
-Não te preocupes, meu amor. Eu vou ter uma conversa com elas. - garantiu a mãe.
-Ei, Jake, eu, o Emmett e o Jasper vamos fazer uma caçada e dar uma corrida. Queres vir?
-Claro! - Jacob levantou-se prontamente e colocou-se ao lado do meu pai.
-Pelo caminho vamos buscar o Seth, o Quil e o Jared. - ambos sorriram e trocaram socos de brincadeira. Era  tão bom ver que eles se davam todos bem!
Jacob beijou-me a mim e à minha mãe e o pai fez a mesma coisa.
De seguida, saíram em direcção à floresta.

publicado por mrsCullen às 00:01