Rob na capa do livro ”Não me deixe Edward”

A escritora italiana Stefania Niccolini publicou recentemente o livro “Não me deixe Edward” que conta a história de uma menina que se apaixona pelo personagem Edward Cullen e que depois de um acidente que a própria sofre, passa a pensar que é Bella Swan.

 

Stefania Niccolini: Não me deixe Edward

Este livro conta a história de uma menina que se apaixona por Edward Cullen mesmo sabendo que ele é uma personagem e que depois de um acidente que ela sofre, pensa ser Bella Swan.

Scan 1

"Quem não sonha em viver uma história de amor com ele?"

Edward Cullen é o vampiro protagonista da famosíssima saga Crepúsculo. Fascinante, misterioso, romântico, representa o rapaz ideal para milhões de fãs ao redor do mundo. Uma delas é Irene Giglio, uma estudante de 16 anos do ensino médio, lendo o romance, ela apaixona-se por Edward, sem se importar com o facto de que ele é apenas um personagem imaginário. Ela, que já havia tentado de todas as maneiras evitar o livro, torna-se vítima de uma obsessão sentimental, que aprende a fazer comparação com todos os rapazes "humanos". As coisas vão piorar ainda mais quando, na sequência de um infeliz incidente, a menina acorda com uma estranha amnésia, convicta de ser a Bella Swan, a protagonista da saga Crepúsculo, uma vez abandonada pelo seu amado. Isto tudo vai lançar uma serie de equívocos estranhos movimentando nada menos do que a vida de Irene, dos seus melhores amigos e de toda a sua família, que irão se reunir para lidar com uma situação que, por mais paradoxal, esconde perigos e armadilhas reais: em primeiro lugar, aquele a não perceber que o amor, aquele verdadeiro, está ao virar a esquina.

“Estima-se que mais de 15 milhões de leitores têm vindo a sofrer de "Twilite aguda." Irene Gigli é apenas uma deles.”

Scan 2

Stefania Niccolini, nascida em 1971, original de Florença, vive actualmente em Fucecchio (Florença) com o marido e dois filhos. Formada em Economia, descobriu que escrever e inventar historias era mais divertido. Ela já tem no seu currículo a publicação de um jogo de tabuleiro e, na gaveta, tem outros projectos prontos para execução. Ela também diz que ela estava a sofrer de "Twilite aguda.”

“Em breve finalmente vou ver Edward. Eu não desisti de acreditar que tudo pode recomeçar, mas sonhar custa caro, então, tudo acaba por ser apenas uma dolorosa ilusão. No entanto, optei por atacar este sonho fraco, porque se um dia virar realidade, recomeçarei finalmente a viver. Tem sido assim por muito tempo desde a última vez que estou quase com medo de não reconhecê-lo... Vai ser o meu coração a revelar-me a verdade. Aqui... está a chegar!”

“Quem entre os twilighters nunca se sentiu como Irene? Uma história emocionante que irá apelar aos muito jovens admiradores da saga Crepúsculo.”
Via: RPBR     |     Adaptação: RobertPattinsonPortugal
publicado por Bia PATTINSON às 21:36