Entrevista completa de Rob para a EW

outtakes EWPattinson diz que assinar para fazer ‘Elefantes’, dirigido por Francis Lawrence de ‘Eu sou a Lenda’, foi fácil e que ele está pensando na sua carreira pós Twilight  com muito cuidado, embora ultimamente ele saiba que o que tiver de ser, será. “É impossível prever qualquer coisa,” ele suspira antes de sorrir. “Quando tudo vai por água abaixo, pode apenas chorar.” Depois do intenso trabalho de gravação para os dois últimos filmes de Twilight, Amanhecer partes 1 e 2, que encerra em Abril, ele vai começar a gravar ‘Cosmópolis’ de David Cronenberg, com Juliette Binoche e Paul Giamatti. “Ele é uma pessoa que incrivelmente trabalha duro com um incrível trabalho ético,” diz Witherspoon. “Ele nunca reclama. Nenhuma vez. O que é baixo para a média nacional para actores. Eles estão sempre a reclamar. Especialmente os homens!”

Os amantes de Twilight vão ficar felizes de saber que Pattinson é tão bonito e barbudo pessoalmente quanto aparenta ser na tela. Mas eles não devem confundi-lo com nenhum dos personagens introspectivos que ele tem interpretado. Ele é tagarela e ri facilmente sobre a intensa fama que o acompanhou desde que Twilight se tornou um fenómeno (“Como isso ainda é uma história? É chato.”), sobre o lado sombrio dos filmes de Amanhecer (“Vai ser tãaao estranho.”), e acima de tudo, de si mesmo. “Eu adoraria interpretar uma pessoa grande e gorda,” ele diz, contemplando um look diferente na era pós Edward Cullen. Sem dúvida isso só significa que terá mais dele para amar.

 

EW: Você e Tai, os elefantes, têm uma ligação especial em Água para Elefantes. Acha que ela vai se lembrar de si na nossa sessão de fotos amanhã?
Robert Pattinson: Eu não sei. Estou aterrorizado de que ela não se lembre. Eu vou ficar tão feliz se ela lembrar.

EW: Havia muitos animais no set. Como foi isso?

Pattinson: Podia ser realmente assustador. As barras das jaulas para os leões e tigres eram muito largas, e eles podiam colocar os braços para fora completamente. Havia tigres tipo, lutando no topo da steadicam do operador de câmara. Mas o Christoph! Eu nunca vi nada como aquilo. Assim que ele entrava no personagem, de alguma forma ele conseguia afastar qualquer medo e andar por esse corredor que só tinha um pé de largura, e ali estavam todos esses tigres literalmente pulando para fora, e ele nem mesmo se encolheu! Eu estava tipo, “Isso não é actuar, isso na verdade é esquizofrenia.” [Risos] Foi uma loucura, porque eu estava realmente apavorado.

EW: E então, há os seus co-stars humanos. Como foi trabalhar com Reese?

Pattinson: Há algo sobre ela. Ela apenas é essa pessoa genuinamente legal. Eu não sei se ela se esforça em criar uma aura agradável, mas o seu humor dispersa-se sobre todo o set. Era um ambiente completamente diferente de quando ela não estava lá. Todas as crianças e os animais estavam simplesmente atraídos por ela. Isso tornou incrivelmente fácil de fazer a minha parte, todas as cenas de minhas reacções são apenas eu vendo-a trabalhar brilhantemente. Ela é muito boa e ela só nunca é… nunca, jamais, irritante. Deus, esta é a pior descrição, não é?

EW: Interpretou o seu filho em Vanity Fair, 2004, mas o seu personagem não sobreviveu ao corte final.

Pattinson: Sim, a minha grande estreia. [Risos] Eu e meu melhor amigo, foi ambos nosso primeiro emprego, e nós tínhamos cenas juntos. Nós fomos [à premiere] e vimos as cenas dele, mas não as minhas. Eles esqueceram-se de me dizer. Eu fiquei com inveja dele por 5 anos.

EW: Você e Reese lembram-se um do outro da daquela época?

Pattinson: Sim, completamente. Não, na verdade, eu não sei sobre o que estou a dizer, na verdade não. Eu só trabalhei com ela por dois dias. Mas ela foi adorável comigo, eu lembro disso. Eu não sabia o que eu estava a fazer. Eu estava a passar-me. Foi praticamente a única vez que eu esqueci as minhas falas, e isso me marcou tanto que eu nunca deixei isso acontecer novamente. Nós fizemos uma cena onde ela chora, e começamos a fazer a cena e imediatamente havia lágrimas… e eu não conseguia me lembrar de nada em minha cabeça. Eu estava, “Como está  a fazer isso? Não é justo. Eu quero ser capaz de fazer isso!”

EW: Sente que esta ficando melhor, ou pelo menos mais confiante, a cada filme?

Pattinson: Eu acho que sim. O cansaço também ajuda.  Eu estou constantemente tão nublado em autoconsciência, porque eu não cresci como um rapaz muito dramático. Eu fiz esse filme chamando Bel Ami no começo do ano, e nós fizemos muitos ensaios, e nós estávamos fazendo essa coisa de linguagem corporal, e eu estava tão envergonhado de fazer isso na frente dos outros actores. E eles estavam tão confortáveis com isso! Eu me senti o maior idiota.

EW: Acha que eles estão realmente confortáveis ou apenas que eles aprenderam como fingir melhor?

Pattinson: Genuinamente confortáveis, eu acho. Eu estava observando os outros actores, e o director estava tipo, “Apenas saia correndo por aí gritando!” E eu ficava, “Hm, não!” [Risos] As pessoas saiam gritando, e elas estavam a amar isso! Eu estava tipo, “Mas como se pode amar isto?” Eu adoraria amar isto. Eu gostaria muito de me deleitar na minha própria fisicalidade. Eu só sinto que iria tropeçar nos meus próprios pés.

EW: Está quase a terminar A Saga Crepúsculo, com Amanhecer partes 1 e 2 terminando em breve. Esteve a filmar por um longo tempo.

Pattinson: Eu literalmente sinto como se estivéssemos fazendo isso minha vida toda. [Risos]

EW: Há um monte de coisas malucas que acontecem nestes dois últimos filmes, nada menos que envolve lobos e o horrível nascimento de uma meio-vampira.

Pattinson: [Gargalhadas] Há algumas coisas interessantes e coisas estranhas acontecendo, muito, muito, muito estranhas. É óptimo. Para um grande filme, é a historia mais obscura e realmente nada convencional. É um filme de terror. Eu já vi algumas partes, e eu não consigo ver como vai ser classificação livre… a não ser que eles cortem tudo. [Risos]

EW: Harry Potter também fica bastante obscuro no fim.

Pattinson: Mas meio que se pode maquiar toda essa coisa em Harry Potter. Aqui os pontos chaves da história são as partes mais estranhas e perturbadoras. [Risos] Eu adoraria saber o que eles vão criar para o slogan do filme.

EW: Como é que você e o elenco e a equipa vão celebrar o fim da série?

Pattinson: Eu tenho que ir directamente para uma torne de imprensa [para Água para Elefantes]

EW: Deve ser estranho ir de filmar um material tão obscuro para uma promoção para outro filme.

Pattinson: Algumas semanas atrás eu fiz algumas entrevistas e estava tipo, “Uh, sim, então esse rapaz arruma uma elefanta grávida e dá a luz um panda.” [Risos] É sobre um elefante vampiro que joga beisebol! Água para Elefantes foi um alivio porque pelo menos eu não tive que usar toda aquela maquilhagem e aquelas lentes de contacto… Meu Deus, ficarei feliz usá-las pela ultima vez.

EW: Não é tão confortável?

Pattinson: Eu, na verdade, quero arrumar algum tipo de explosivo plástico. Eu quero reanima-las em algo para que eu possa matá-las. É constrangedor para mim, depois de tantos anos, ainda é um processo a cada manhã. Todos já descobriram como colocá-las, e então há duas pessoas a segurar-me porque eu não consigo fazer isso sozinho.

EW: E depois que fizer a divulgação de ‘Elefantes’ vai directo para ‘Cosmópolis ‘ de David Cronenburgs?

Pattinson: Sim, eu estou tão animado, e eu estou a passar-me. Eu não tenho tempo para me preparar, e é um livro de Don DeLilo com um diálogo semi-obscuro, e eu tenho que mudar o meu corpo um pouco.  Eu vou interpretar um desses tipos mestres-do-universo e eu tenho que ter cerca de 6 por cento de gordura corporal… o que significa que eu preciso perder cerca de 70 por cento. [Risos]

EW: Então está na hora de ir para o ginásio.

Pattinson: Se eu pudesse apenas cortar a cerveja, essa é a minha única coisa. No começo de [Amanhecer] eu tive que encorpar porque eu tinha que tirar a minha camisa. E quando eu comecei [a ficar em forma], eu fiquei louco com isso. É como se fosse a única coisa que eu posso falar com alguém. Então eu estava tipo, “Eu vou manter isso o tempo todo, então para qualquer filme que eu fizer depois eu vou estar tão musculado.” E então, literalmente um dia depois da minha ultima cena sem camisa eu comecei a ficar todo [imita comendo vorazmente] nhom, nhom, nhom. E eu não percebi que eu tinha mais uma cena [sem camisa], e se ver numa delas, eu claramente [exageradamente encolhe o estômago e as bochechas].

EW: As pessoas sempre lhe mandam roteiros de comédia? Porque você é engraçado, e eu não sei se as pessoas sabem disso.

Pattinson: É estranho. Comédia é assustador. Existem alguns roteiros de comédia, e a maioria dos bons são escritos por comediantes. Existem algumas coisas… eu leio, tipo, três coisas que eu realmente gosto de comédias, mas os meus agentes nunca me vão deixar fazê-las. [Risos]

EW: Por que não?

Pattinson: Porque é tãaaaao bizarro. [Risos]

EW: Uma coisa totalmente diferente?

Pattinson: É por isso que eu meio que queria fazer isso. Eu acho que é o único jeito de fazê-lo: Tem que ser tipo, “Ok, eu vou saltar da lua.”

EW: Mas assim que Twilight estiver terminado, não pode fazer o que quiser?

Pattinson: Quero dizer, eu posso. Mas ao mesmo tempo, eu acho que as pessoas têm uma vida útil extremamente curta, e nunca se pode realmente prever o que o público quer ou como manter uma carreira, além de fazer o que acha que é bom. Geralmente, o que eu acho que é bom é o que todo mundo odeia.

EW: Eu acho que tem garantia o suficiente construída para fazer algumas coisas lá fora.

Pattinson: Eu sei, mas então de repente começa-se a rastejar de volta para os estúdios, tipo, “Por favor, por favor, por favor! Eu faço qualquer coisa, eu farei a comédia-romântica mais idiota que se pode imaginar!” [Risos]

EW: Está tendo muito entusiasmo parecido com Twilight sobre o elenco de Jogos Vorazes. Acha divertido? Conhece os livros?

Pattinson: Eu meio que cruzei com esse livro no último ano, e eu não percebi que era a maior coisa do mundo. É um bom! Será um bom filme.

EW: Faria uma grande franquia de novo, sabendo o que sabe agora?

Pattinson: Faria. Mas eu gostaria de ter mais informação. A única coisa horrível sobre ser parte de uma franquia… bem, não horrível… não, é sim horrível… é que quanto maior se fica, é muito difícil se desvincular dessas coisas. Quando se está interpretando o mesmo papel, não se pode de repente começar a interpretá-lo diferente. Isso tira um pouco do tipo criativo do… impulso.

EW: Para quem se pede conselhos quando se trata de escolher projectos?

Pattinson: Eu realmente confio na opinião de minhas agentes sobre as coisas, e eu também os envio para os meus pais na maioria das vezes. As minhas irmãs também. São sempre as mesmas pessoas.

EW: Onde é a sua casa? Los Angeles parece como uma casa para si?

Pattinson: Às vezes. Eu comecei a sentir falta de L.A. um pouco quando eu vou embora. Mas em qualquer cidade eu tenho vida útil de cerca de 2 meses, e então há a paranóia. Quando eu tinha uma casa aqui, só se fica esperando para ela ser descoberta. Eu adoraria ter um lugar, mas eu estaria enlouquecendo com isso o tempo todo. Eu constantemente estaria a pensar que alguém ia entrar e levar algo.

EW: Acha que depois que Twilight acabar em 2012, será capaz de começar a viver uma vida mais normal?

Pattinson: É engraçado como vai terminar em 2012. É assim que o mundo vai acabar. Mas, hm, eu não sei. Eu acho que a maioria do reconhecimento das pessoas é baseado nas revistas e tal. Todas as fofocas não vão funcionar, elas estão sempre relacionadas a Twilight, então assim que tiver terminado e não puder ser relacionado com a divulgação de um filme, eu acho que vai acabar. Porque eu tenho uma vida obscenamente chata.

 

Via: Foforks    |     Adaptação: RobertPattinsonPortugal

publicado por Bia PATTINSON às 22:53