«Omelete» entrevista o Robert

Boa tarde.

Robert Pattinson: Boa tarde.

Eu mandei um jornalista para cobrir as mesas redondas ontem, e eu sei que você já fez muita imprensa, então vou tentar te fazer umas perguntas únicas. Nada ruim. Muitas pessoas me seguem no Twitter, e eu deixei que eles fizessem algumas perguntas. Então, uma pergunta da Nancy: o que você aprendeu sobre você mesmo, ao interpretar Tyler?

Eu não sei. Quer dizer, de muitas maneiras eu achei que o período de transição pelo qual Tyler está passando durante o percurso do filme, acho que eu também estava passando por isso na mesma época. É meio que o momento em que você entende certas lições e pensa "Nada é real". Como quando eu estou apaixonado por uma pessoa não é mesmo real, não parece certo o tempo inteiro, sabe. Em tudo estou fingindo minhas emoções, e aí você chega numa certa idade e percebe "Na verdade, não. Eu estou realmente sentindo isso". E eu meio que achei que, de muitas maneiras, era o que o Tyler estava passando. Eu meio que usei o filme - eu uso todos os filmes que eu faço - como uma forma de terapia, de certa maneira. Te dá oportunidade de se distanciar de você mesmo, por um tempo. Eu não sei, eu não sei bem o que eu aprendi. Eu acho que a história é sobre mostrar o valor da aceitação, não há uma linha de chegada na sua vida, você meio que precisa começar a vê-la de um jeito melhor. Nossa, isso parece muito piegas: "Não há uma linha de chegada na vida". É, eu não sei. Eu provavelmente aprendi alguma coisa, no subconsciente.

Tudo bem. Muitas pessoas, muitas mesmo, me pediram para te perguntar sobre suas músicas. Eles querem saber se algum dia elas estarão numa trilha sonora de filme. O que está rolando com a sua música?

Eu não sei. Eu realmente não consigo levar as duas coisas ao mesmo tempo. Não consigo entender essas pessoas que conseguem fazer a carreira musical e atuar ao mesmo tempo, parece uma parte tão diferente do cérebro. Eu estou tentando escrever algumas coisas. Muitos dos meus amigos estão no processo de lançar seus primeiros álbuns agora, isso está me deixando meio puto, mas...
 

 

publicado por mrsCullen às 20:28
Fonte: Robert Pattinson Brasil