Robert fala sobre fama, sexo, Kristen Stewart, a sua vida nómada e mais

O vampiro bom está de volta. A terceira parte da saga de Stephenie Meyer ‘Crepúsculo’ foi lançada na semana passada nos cinemas da Alemanha, e Robert interpreta o papel de Edward Cullen. Em ‘Eclipse’ Bella deve escolher entre o chupador de sangue e  o seu amigo que se tornou um lobisomem. Que drama. Mas o arrasa corações - Pattinson - permanece relaxado. Em algum tipo de jeans castanho avermelhados e uma camisola, o rapaz de 24 anos dá-nos a entrevista numa suíte do Four Seasons, em Los Angeles.

Rob, és considerado o "actor mais famoso do mundo". Como te sentes em relação a isso?
Existem bons e maus dias. Até então o meu ego não teve nenhum estrago.

Tens 24 anos e mal podes sair sem um guarda-costas. Isso não te irrita?
Às vezes, mas então lembro-me de como a minha vida era antigamente: chata.

Pessoas que bateram com a porta na tua cara quando não eras ninguém agora lambem o chão que pisas.
Bem, é assim que as coisas são. Em Londres é diferente, não importa onde tu estejas, desde que entregues ao porteiro 200 libras. Foi uma fase muito boa antes de ‘Crepúsculo’, sair e alguém saber o meu nome. De repente o meu nome realmente estava na lista de convidados. Eu queria ir a uma festa com uma amiga, apenas dizia o meu nome e a mulher na entrada apenas dizia: “Tudo bem, pode entrar”. Eu realmente saia. Quatro meses depois “Crepúsculo” eu passei a sair muito raramente.

Onde moras agora? Londres ou Los Angeles? Tens uma casa pelo menos?
Não, a minha casa consiste em três malas. Está tudo lá.

Consegues viver sem uma camareira, mini-bar, e serviço de quartos?
Da última vez que estive em Londres estava num hotel com um serviço de quarto fantástico. Lá eu comia a mesma coisa todos os dias: Chicken Tikka, um prato de frango indiano. Era bom, então eu continuava a pedir sempre. Eventualmente eu como algo pesado. Em Los Angeles eu uso os serviços de entrega que apenas oferecem comida fresca e saudável. E se eu faço alguma coisa estúpida, eu deixo-os trazer um saco com comida saudável apenas, pela manhã. Eu nunca senti que me alimento de uma forma tão saudável na minha vida.

Sentes falta da comida caseira?
Certamente, mas na maioria das vezes estou sozinho por aí. Eu não sei cozinhar. Eu apenas sei o suficiente para fazer uma torrada.  Não tenho a 'herança genética' necessária para cozinhar. Eu não sou capaz de dizer o que sabe bem e o que não funciona. A única coisa que eu sei é que molho de churrasco resulta com tudo!

Crepúsculo fez com que a tua vida ficasse mais solitária?
Eu estou sempre a trabalhar, estou sempre rodeado por pessoas, que me fazem perguntas ou que me dão instruções. É por isso que eu gosto de quando estou sozinho, eu não tenho problemas com isso -  não falar com ninguém por dois meses.

O que tens em comum com Edward em relação a mulheres? És um nobre cavalheiro, com o qual todas sonham?
Eu freqüentemente ouço que esta história parece antiquada e que isso encoraja a mulher a fazer o papel de vítima. Eu não acho isso, mesmo quando Bella tem algum momento de falta de esperança, ela ainda é uma figura da ficção. De onde vemos com a conclusão, que uma pessoa fictícia é automaticamente transformada num exemplo?

Crepúsculo representa de qualquer forma virtudes antigas - Bella e Edward apenas dormem juntos depois do seu casamento. És contra o sexo antes do casamento?
Eu prefiro acreditar que toda a gente faz sexo antes do casamento. Eu, pessoalmente, não iria gostar de ter sempre uma acompanhante comigo.

Uma vez disseste que a Saga é sexy sem ter sexo.
Eu disse isso. Todos conhecemos como são os tempos antes de alguma coisa acontecer num casal, onde não estás completamente certo se o outro gosta de ti ou não. Esse tempo é precioso. Esse momento pode durar para sempre. Com o doce desconhecido vem o medo, especialmente quando é a primeira vez para ambos. Eu acredito que o medo guarda isso. E connosco, dessa vez queremos que se estique por todos os quatro livros.

Como é que o teu relacionamento com a personagem principal, Kristen Stewart, mudou?
Muita coisa ficou mais fácil. Ela é sempre muito boa, mas também dá uma opinião muito clara. Isso pode também ser desconfortável. Às vezes ela chegava ao director durante uma cena e dizia ‘Nós não vamos fazer isto outra vez’.

Alguma vez quiseste fazer de outra forma?
Ela mataria-me provavelmente! Ela diria algo como ‘Fecha a boca! Esta cena está perfeita!’

publicado por mrsCullen às 21:01
Fonte: RPBR | Adaptado pelo RPPT